Prefeitura de Ipirá busca recursos para iniciar obra do Mercado de Artes

Nesta quarta-feira (22) faz um ano que o fogo atingiu o Mercado de Artes de Ipirá, patrimônio histórico e cultural da nossa cidade. Acontecimento que consternou toda a população!
Como todos sabem, uma falha na parte elétrica, ocasionada pela falta de manutenção do Mercado, foi apontada como causa principal no laudo da perícia técnica.
Um projeto para reerguer o Mercado de Artes e colocá-lo em funcionamento, já foi devidamente formatado e aprovado, mas, o início das obras ainda não se deu, em razão da grande crise financeira pela qual o país atravessa e que atinge sensivelmente o município de Ipirá.
A administração municipal tentou de forma sensata, buscar um local temporário para que os comerciantes pudessem continuar desempenhando suas atividades, sem mais prejuízos aos mesmos. Depois de um estudo logístico, foi constatado que o único local que atenderia as necessidades infra-estruturais, seria o Clube Caboronga, mas não se sabe ao certo porque, mesmo diante da tentativa de negociação feita pela prefeitura, o espaço foi negado pelos sócios-proprietários.
Posteriormente, no  momento festivo de São João, a prefeitura locou o espaço da Soft Fest, na Pça Roberto Cintra, para que os comerciantes pudessem trabalhar nesse período e assim amenizar a situação de dificuldade pela qual todos passavam.
Fato é que, a prefeitura nunca esteve de braços cruzados ao longo desse tempo. E busca sem cessar junto ao Governo Federal as condições necessárias para iniciar as obras de requalificação do Mercado de Artes. Tão logo consiga, Ipirá irá se orgulhar da obra que está por vir.

ASCOM Prefeitura Municipal de Ipirá.