Rede da Assistência Social visita lixão de Ipirá

Seguindo com as ações de amparo às pessoas em situação de vulnerabilidade social no município de Ipirá, a secretária de Assistência Social, Denise Freitas, e diversos representantes de outros órgãos, dentre eles prepostos da saúde, Conselho Tutelar e apoio jurídico estiveram  na tarde desta segunda-feira (27/03) no lixão da cidade, para conhecer in loco a realidade das pessoas que trabalham no local para manter o sustento de suas respectivas famílias.

De acordo com Denise Freitas, um plano de ação será elaborado para dar mais dignidade aos catadores de materiais recicláveis a partir da compreensão das carências de cada trabalhador, por meio das entrevistas que foram feitas pelos profissionais que estiveram na tarde de segunda-feira no local.

Os técnicos constataram a necessidade de regularização e atualização dos documentos do senhor conhecido pelo prenome Carlos, que a partir desta regularização será dado início ao processo que irá conceder o BPC – Benefício de Prestação Continuada – ao mesmo. Vale destacar que ele foi vitima de um derrame e mora em um barraco sem as mínimas condições no próprio lixão. Houve também a constatação da necessidade de conceder Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os catadores. Outro ponto tido como de necessidade urgente é o tratamento de um rapaz que sofre com relação ao consumo de álcool.

Durante as conversas e trocas de informações, os profissionais puderam conhecer e apresentar possíveis soluções  que deverão está no plano de ação em construção e brevemente será apresentado a comunidade para promover melhores condições de vida aos trabalhadores do local. Foi constatado que vivem no lixão quatro pessoas e ao todo 30 trabalham no local entre homens e mulheres.